Carregando...
JusBrasil - Política
20 de abril de 2014

CONSTRUTORA JUREMA cancela contrato com o 180graus

Publicado por Piauí - 180graus (extraído pelo JusBrasil) - 3 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

A Construtora Jurema resolveu cancelar o contrato comercial que tinha com o 180graus por conta da matéria publicada às 14h46 intitulada "Outro 'barraco': Jurema também parou obras no Piauí". Pertencente à família do deputado federal e presidente do diretório regional do PMDB, Marcelo Castro, a empresa também teria parado alguns trabalhos em função de falta de pagamento do Governo do Estado.

O termo 'barraco', que saiu na revista Veja, se deve à polêmica criada pela Construtora Sucesso, do Grupo Claudino, que estampou publicamente em toda a mídia a dívida milionária que o Governo do Estado tem com a empresa. Virou uma briga entre os Claudinos e o governador Wilson Martins (PSB). Este alega questões políticas eleitoreiras. No entanto, outras empresas alegaram atraso e falta de pagamento.

A reportagem do Maior Portal do Piauí listou obras da 'Jurema' no estado que estão paradas por falta de pagamento. Estão paralisadas 10 obras que estavam sendo executadas pela Construtora Jurema. A empresa parou obras de asfaltamento da rodovia entre Corrente e Parnaguá, Domingos Mourão até a divisa com o Ceará, rodovia BR-222 até o município de Domingos Mourão e BR-343 até Jatobá.

Estão paradas, ainda, as obras de asfaltamento da rodovia PI-155 até a cidade de Buriti dos Montes, entroncamento da PI-140 aos municípios de São Lourenço do Piauí e Dom Inocêncio, Esperantina/Morro do Chapéu/Luzilândia, Curimatá e Júlio Borges, Sigefredo Pacheco, Lagoinha e seguindo até a PI-115, entre União e Miguel Alves, além de Buriti dos Montes até a divisa com o Ceará.

MAIS EMPRESAS
O problema acontece ao mesmo tempo em que outras empresas da área de construção civil, a exemplo da Sucesso e da Jurema. Todas estão retirando maquinário de canteiros de obras em diversos pontos do estado e com isso paralisando as ações que foram contratadas pelo governo. As informações obtidas pelo 180graus são de que o Governo tem ainda dívida com empresas como a Getel (R$ 18 milhões) e Hidros (R$ 16 milhões). Com a Jurema a dívida é de cerca de R$ 22 milhões, praticamente os mesmos valores da dívida da Sucesso com o Estado. O déficit operacional do Governo do Piauí é de cerca de meio bilhão de reais. ACORDO COM 180GRAUS
A Jurema tinha um contrato comercial com o 180graus , que já durava cinco anos, para exibir uma propaganda no formato 'Patrocínio', criada pela gerência comercial do portal. Era uma parceria de R$ 15 mil por mês (R$ 180 mil por ano) onde a empresa divulgava sua marca na home-page do Maior Portal do Piauí. O diretor da construtora, João Costa, abordado sobre o assunto, não se pronuncia. Ele só trata com o próprio governador Wilson Martins (PSB), de quem se diz ser amigo. Um outro diretor da Jurema chegou a dizer que existem obras que nem foram expedidas ordens de serviço. O Maior Portal do Piauí reafirma as informações publicadas. Para o editor-chefe do veículo Allisson Paixão, é comum empresas que têm contrato quererem interferir na linha editorial. "Nós temos liberdade e independência, no que diz respeito ao jornalismo, para divulgarmos informações, fatos, desde que devidamente checados e que tenham procedência". A gerente comercial Lorenna Ribeiro concorda e explica: "Nosso portal trabalha com o grande número de audiência. É fruto do bom conteúdo que tem e as relações comerciais dependem disso. Sei como é ter de lidar com essa questão, mas já é natural que empresas não concordem com essa linha de independência jornalística". O diretor geral Helder Eugênio também comentou: "Infelizmente a linha editorial independente comprometeu uma boa parceria. Tenho um bom relacionamento com os diretores desta empresa. Acredito que seja algo temporário. Creio que brevemente teremos um uma nova parceria" .

CONFIRA O PRINT


Em destaque sublinhado em vermelho, o 'patrocínio' da Jurema com o 180graus

CONFIRA ABAIXO FOTOS DE OBRAS DA JUREMA NO ESTADO

Trecho não terminado em União - Miguel Alves

Trecho de estrada no Morro do Chapéu

Trecho entre Esperantina e Luzilândia

CLIQUE E CONFIRA A MATÉRIA SOBRE O ASSUNTO: JUREMA PAROU OBRAS NO PI

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://noticias-do-piaui.jusbrasil.com.br/politica/5640612/construtora-jurema-cancela-contrato-com-o-180graus